21 de fev de 2010

A MOCHILA IDEAL PARA OS NOSSOS FILHOS

A MOCHILA IDEAL PARA OS NOSSOS FILHOS



No início do ano escolar nos deparamos com os nossos pequenos pedindo caderno do São Paulo, estojo da Barbie, pasta do Ben 10, e nos esquecemos do item mais importante do “uniforme”: a mochila.

Na minha opinião, mochila nova só vale se a antiga estiver detonada ou muito pequena para as exigências da nova fase. E como decidir qual o modelo ideal para esses pequenos de hoje, que desde cedo já carregam tanta coisa?

De acordo com as recomendações da Academia Americana de Pediatria, as mochilas ideais devem ter as seguintes características:


• Tiras larga e acolchoadas: tiras estreitas causam compressão nos ombros, podendo causar dor e restringir a circulação.

• Mochilas com 2 tiras para os ombros: as de tira única não distribuem o peso uniformemente.

• Acolchoamento posterior: um forro acolchoado e resistente protege as costas contra objetos pontiagudos evitando desconforto.

• Tira lombar: uma tira na região lombar (da cintura) ajuda a distribuir o peso de uma mochila pesada mais uniformemente.

A mochila não deve ser mais alta que os ombros da criança e nem ultrapassar a linha do quadril.

• Peso da mochila: a mochila vazia deve ser o mais leve possível.

• Mochilas com rodinhas: esta é uma boa escolha para aqueles que necessitem carregar muito peso. Lembrar que, ao subir escadas, ela deverá ser carregada, então precisa se encaixar também nas recomendações acima.











Para evitar lesões ao usar uma mochila:



• Utilizar sempre ambas as tiras nos ombros (adolescente acha que assim “paga mico”e põe as 2 tiras num ombro só).



• Regular as tiras para que a mochila fique bem junto ao corpo e aproximadamente 5cm acima da linha da cintura.

• Peso da mochila: é recomendável não exceder a 10 % do peso corporal.

• Organizar a mochila, utilizando todos os seus compartimentos, de modo que os objetos mais pesados fiquem no centro da mesma e mais próximo das costas.

• Transportar apenas o necessário.

• Não incline-se dobrando as costas. Vista a mochila a partir de uma mesa, evitando se agachar.



Como os pais podem ajudar:

• Oriente sua criança ou adolescente a lhe informar se houver dor ou desconforto ao usar a mochila. Não ignore qualquer dor nas costas em crianças ou adolescentes.

• Converse com os professores sobre a possibilidade de aliviar o peso da mochila.



E agora sim podemos ir às compras!!



Um grande abraço, Dra. Ilana.